Colocação de marca-passo

Colocação de Marca-passo

Introdução Rápida:

A colocação de marca-passo é um procedimento médico realizado para tratar problemas de ritmo cardíaco irregular ou lento. Um marca-passo é um dispositivo eletrônico implantado no peito ou no abdômen que ajuda a regular o ritmo cardíaco, enviando impulsos elétricos ao coração.

Aplicações Práticas:

A colocação de marca-passo é indicada para pessoas que apresentam bradicardia (ritmo cardíaco lento), bloqueio cardíaco ou outras condições que afetam a condução elétrica do coração. Essas condições podem causar sintomas como fadiga, tontura, desmaios e falta de ar.

Pré Procedimento / Cuidados:

Antes do procedimento, o paciente passará por uma avaliação médica completa, incluindo exames de sangue, eletrocardiograma e teste de esforço. É importante informar ao médico sobre quaisquer medicamentos que esteja tomando, alergias ou problemas de saúde pré-existentes.

O PROCEDIMENTO:

1. Anestesia: O paciente receberá anestesia local para adormecer a área onde o marca-passo será implantado.
2. Incisão: O médico fará uma pequena incisão na pele, geralmente abaixo da clavícula, para acessar a veia subclávia.
3. Inserção do eletrodo: Um cateter flexível com um eletrodo na ponta será inserido na veia e guiado até o coração. O eletrodo será fixado no tecido cardíaco.
4. Implante do gerador: O médico fará uma segunda incisão para implantar o gerador do marca-passo, que contém a bateria e os circuitos eletrônicos. O gerador será conectado ao eletrodo.
5. Teste e programação: Após o implante, o médico realizará testes para garantir que o marca-passo esteja funcionando corretamente. A programação do dispositivo também será ajustada de acordo com as necessidades do paciente.

Pós Operatório:

Após o procedimento, o paciente será monitorado por algumas horas para garantir que não haja complicações. É comum sentir algum desconforto ou dor no local da incisão, mas isso geralmente melhora com o tempo. O médico fornecerá instruções sobre cuidados pós-operatórios, como evitar levantar objetos pesados ​​ou fazer movimentos bruscos com o braço do lado do implante.

Possíveis Complicações:

Embora a colocação de marca-passo seja considerada um procedimento seguro, existem alguns riscos envolvidos, como infecção, sangramento, lesão do vaso sanguíneo ou do nervo, pneumotórax (colapso do pulmão) e reações alérgicas à anestesia. É importante entrar em contato com o médico imediatamente se ocorrerem sintomas como vermelhidão, inchaço, febre ou dor intensa no local do implante.

Equipe Médica:

Durante a colocação de marca-passo, a equipe médica envolvida pode incluir um cardiologista, um cirurgião cardíaco, enfermeiros especializados e técnicos em cardiologia.

Tecnologias e Inovações:

Avanços tecnológicos têm permitido o desenvolvimento de marca-passos cada vez mais avançados. Alguns dispositivos agora possuem recursos como monitoramento remoto, que permite que os médicos acompanhem o funcionamento do marca-passo à distância. Além disso, a miniaturização dos componentes eletrônicos tem permitido a criação de marca-passos menores e mais leves.

FAQ (5 Perguntas e Respostas frequentes sobre o assunto):

  • 1. Quanto tempo dura a cirurgia de colocação de marca-passo?

    A cirurgia geralmente leva de 1 a 2 horas.

  • 2. É necessário ficar internado após a colocação do marca-passo?

    Sim, é comum ficar internado por 1 ou 2 dias para monitoramento pós-operatório.

  • 3. O marca-passo precisa ser substituído com o tempo?

    Sim, a bateria do marca-passo precisa ser substituída a cada 5 a 10 anos, dependendo do modelo.

  • 4. É possível fazer atividades físicas após a colocação de marca-passo?

    Sim, na maioria dos casos, é possível retomar atividades físicas normais após a recuperação completa.

  • 5. O marca-passo é visível externamente?

    Não, o marca-passo é implantado internamente e não é visível externamente.

Leave a Comment